Jesus foi crucificado nu.

Arthur Virmond de Lacerda Neto

É da autoria de Allin Cox.

Jesus foi crucifixado inteiramente nu. Os romanos crucificavam os condenados inteiramente pelados. As representações de J. C. com a genitália encoberta são falsas; também é falsa a representação das palmas das mãos pregadas: não havia tal. Amarravam-se os braços por detrás da trave horizontal.

O suposto velamento da genitália decorre da gimnofobia (recusa da nudez) e da misofalia (horror do pênis; pênis como orgão indecoroso), ambas criadas pelo cristianismo e ainda entranhadas nos brasileiros, máxime nos evangélicos (e também católicos, embora menos.).

Jesus tinha pinto, escroto e pentelhos. Sim, tinha-os: era homem e os homens são assim.

O objetivo desta postagem é pedagógico, de contribuir para a normalização da nudez natual (não sexual) e para a erradicação do pudor (vergonha do corpo, nomeadamente das partes que o cristianismo estigmatizou.).

Antes do cristianismo, os deuses e os imperadores eram representados desnudos: os gregos e os…

Ver o post original 53 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s