Propostas

Propostas para melhorar a qualidade de vida da humanidade, da cidade ou da comunidade

Como não estamos no tempo do Martinho Lutero, estas propostas (que ainda não são teses) não estão fechadas. Condizendo com os tempos das redes sociais, blogs e etc, estão abertas a contribuições (estas serão adaptadas, discutidas e terão o autor indicado). Esta lista ainda está em construção, e ainda não tem um título, pois estão muito desagregadas.

1. A previsão do tempo em Curitiba não tem serventia alguma, então deve ser abolida. É suficiente informar qual a condição no início do dia. Qualquer previsão será inútil.

2. Os laboratórios de análise clínicas, centros de diagnósticos e similares devem disponibilizar os resultados na internet ou, quando desejado, enviá-los pelo correio. De modo a evitar deslocamentos dos interessados. Os custos destes serviços devem estar incluídos nos valores cobrados pelos exames.

3. O cumprimento das penas de prisão em penitenciárias não contribui em nada para a evolução do presidiário. As penitenciárias devem ser transformadas em centros de treinamento dos esportes olímpicos e os presidiários em atletas olímpicos. Sua pena pode ser reduzida conforme seu desempenho nos jogos pan-americanos, mundiais e olímpicos. Caso obtenha medalhas nas olimpíadas, estará automaticamente em liberdade.

4. As guerras e confrontos devem ser abolidos. Todas as disputas entre nações ou grupos rivais serão realizadas em modalidades olímpicas ou campeonatos de xadrez. Desta forma fica eliminada toda a indústria de armas para uso civil ou militar. Ficam também eliminadas todas as modalidades olímpicas que utilizem armas, exceto esgrima e tênis de mesa.

5. As torcidas organizadas de times de futebol ficam abolidas. Qualquer pessoa que utilize vestimentas que caracterizem uma torcida organizada será presa. Grupos maiores do que 5 pessoas que se aproximem dos estádios serão identificados e detidos para depoimento, e caso não fique comprovada alguma relação entre estes, serão registrados numa lista de suspeitos. Em caso de reincidência, serão presos.

6. Ir em pé nos ônibus urbanos é muito incômodo. Todos os ônibus fora dos horários de pico devem levar somente passageiros sentados. Portanto deve ser aumentado o número de assentos e diminuído o espaço da circulação. Também deve ser estudado um aumento na largura dos ônibus. Nos horários de pico, poderão circular alguns ônibus com passageiros em pé.

próximas propostas:

  • o fim do dinheiro
  • o fim dos automóveis particulares
  • a limitação eletrônica de velocidade nos automóveis
  • a universalização da videoconferência
  • o fim do ensino médio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s