Bosch acerta acordo com os trabalhadores para as demissões

Atualizando post anterior do dia 18  (link no final)

No dia 20 a Bosch concordou com a proposta dos trabalhadores para a compensação das demissões. Entre as justificativas da unidade paranaense para demitir estão: crise na Europa, adaptação ao novo Euro 5 e retração no mercado de motores a diesel no país. Desde janeiro deste ano até agora a Bosch já realizou mais de 500 demissões, considerando apenas os desligamentos via Sindicato. A Bosch já havia demitido 826 trabalhadores em 2009 (após a crise financeira mundial), com as mesmas compensações.

continue lendo aqui https://ricardomendesjr.wordpress.com/2012/08/18/bosch-demitira-cerca-de-400-trabalhadores-da-fabrica-de-curitiba/

Bosch demitirá cerca de 400 trabalhadores da fábrica de Curitiba

Atualização em 23/08/2012 ao final do texto.

A retração da venda de motores a diesel no Brasil (ao contrário de outros países, no Brasil carros de passeio não tem motores a diesel, somente algumas SUVs), a queda das exportações e o aumento dos custos de fabricação para adaptação ao novo padrão de  motores exigido no Brasil levaram a Bosch a anunciar já no início do ano que haveriam demissões – em torno de 10% do total de trabalhadores da fábrica. A empresa fez uma proposta aos metalúrgicos de compensação pelas demissões.

A proposta da empresa foi recusada pelos trabalhadores em assembleia na sexta-feira (17), que deram um prazo para empresa fazer uma contraproposta. Caso não haja acordo os trabalhadores mudaram de tática e passarão a negociar um acordo de permanência na empresa, havendo possibilidade também de paralisações.

Atualização em 23/08/2012

No dia 20 a Bosch concordou com a proposta dos trabalhadores para a compensação das demissões. Entre as justificativas da unidade paranaense para demitir estão: crise na Europa, adaptação ao novo Euro 5  e retração no mercado de motores a diesel no país. Desde janeiro deste ano até agora a Bosch já realizou mais de 500 demissões, considerando apenas os desligamentos via Sindicato.  A Bosch já havia demitido 826 trabalhadores em 2009 (após a crise financeira mundial), com as mesmas compensações.

A unidade da Bosch situada na Cidade Industrial de Curitiba (CIC) produz bombas injetoras para sistemas a diesel e emprega cerca de 3,6 mil trabalhadores. A empresa possui mais três plantas no Brasil: duas em Campinas (SP) e uma em Aratu (BA). As unidades instaladas no país fabricam produtos para o mercado de reposição, ferramentas elétricas, sistemas de segurança, termotecnologia, máquinas de embalagem e máquinas industriais, além de prestar serviços automotivos para montadoras.

Fontes:

http://www.simec.com.br/?area=ler_noticia&id=2219

http://www.gazetadopovo.com.br/economia/conteudo.phtml?id=897575&tit=Bosch-demite-900-e-da-ferias-para-3-mil-em-Curitiba